É hora do recreio

Escrito por Conversando com Educação. Publicado em Educadores.

 
É HORA DO RECREIO
O SINAL...
Um pouco antes a professora anuncia e organiza o tempo.
Ser o primeiro a sair da sala, correr no corredor e na escada é clássico na vida de qualquer criança.
É hora do recreio...
É hora do FUTEBOL e de escolher o time. Ufa! Quem escolhe e quem é escolhido. É difícil e faz parte do aprender. É motivo  de alegria, tensão e intensão. O objetivo é jogar bola. Jogar para ganhar ou aprender a perder. Ser o juiz é bastante desafiador!Alguém quer ser o goleiro?
Incluir quem joga "mais ou menos" é uma questão! Muitas vezes é na aula de Educação Física e com o professor que esta possibilidade acontece.
No entanto agora é o recreio e o importante é jogar, jogar, jogar. Tomar o LANCHE, só no caminho de volta para sala de aula. E olhe lá!
Exercitar e dividir o tempo, eis a tensão!
É hora também de escolher o lanche da cantina e com tantas ofertas o dificil é  lembrar da orientação dos pais, da professora e da nutricionista. Ah! Que bom que a CANTINA é democrática, cada um tem o direito de escolher o que gosta. E tem para todos os gostos.
Bem-vindo também o lanche preparado pelos pais, saboreado  e partilhado!
É hora de TROCAR CONFIDÊNCIAS com colegas, FALAR da aula, da professora e de algum colega. Comentar os acontecimentos escolares e sociais com emoção, euforia e também silêncios e olhares quando alguém se aproxima.
As professoras também curtem o recreio com os alunos, gostam de um bom bate papo. O importante é ter um olhar acolhedor e observador de como se manifestam neste espaço, suas prefêrencias e como utilizam esse tempo de recreio.
Ah! A brincadeira de TROCAR FIGURINHA! Completar o álbum, valorizar figurinhas que são mais dificéis de sair no pacotinho.Vale trocar com os amigos, professores, orientador e diretor. Quem nunca viveu esta emoção?!
No PING PONG é só alegria e correria, agilidade e rapidez, habilidade e integração, questionamento e confusão.
E de tempos em tempos, chegam os jogos cooperativos e folclóricos propostos pelos professores no recreio para dar uma organizada neste tempo e nas emoções. Renovam as brincadeiras, trazem novas regras, alegria, envolvimento, conhecimento e construção. Momento propício para criar novo repertório de brincadeiras e de descobrir novos talentos.
SINAL...
OPS! ACABOU o tempo do recreio, mas amanhã tem mais!
Quanta aprendizagem! A hora do recreio tem trinta poucos minutos e parece não se completar  com todos os minutos que são representantes da hora. 
Uma coisa é certa: a hora do RECREIO É DA HORA.
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Conversando com Educação - 2013. Desenvolvido por