Brincando de brincar

Escrito por Thaís Bechara. Publicado em Blog.

Não existe nada mais gostoso do que observar o brincar de uma criança.

A única responsabilidade que uma criança pequena tem é a de brincar e, com certeza, essa experiência é deliciosa! Pode ser com material estruturado, material reciclado ou qualquer material achado.

Chama atenção o brinquedo que se movimenta, que estimula o raciocínio, que resgata a memória ou que ativa a linguagem. Se for colorido, ótimo! Se não for, também é ótimo! Pode ser de ligar na tomada, de madeira, de pano, de plástico ou de nada. De nada? Claro! Basta clicar a tecla imaginação e o mundo da fantasia é ativado.

Criatividade? Isso não falta!

O brinquedo pode ser antigo. E se for aquele carrinho que o papai brincava, melhor ainda! Esse carrinho pode dar carona àquela velha boneca de pano da mamãe (hoje um pouco descabeladinha). E se tudo isso fizer parte de um cenário montado com brinquedos recém-chegados e adquiridos no último aniversário, a arte de criar o faz de conta marcará um momento único e completo.

A brincadeira pode ser solitária, mas ter companhia tornará essa experiência mais rica no quesito socialização.

Risadas ou frustrações farão parte, porque brincar é aprender!

   

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Conversando com Educação - 2013. Desenvolvido por